quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Hitler Não teria Se Matado Em Berlim

Um novo livro tem reacendido a polêmica que ronda a morte do líder nazista Adolf Hitler.

Contrariando a história oficial, de que Hitler teria cometido suicídio em 1945 em Berlin, a teoria levantada pelos britânicos Gerrard Williams e Simon Dunstan é a de que o nazista teria morrido bem mais velho na América do Sul.


Os escritores do livro entitulado ‘Grey Wolf: The Escape Of Adolf Hitler’’ (Lobo Cinzento: A fuga de Adolf Hitler) alegam terem analisado documentos recentemente classificados além de muitas provas forenses antes de concluir que Hitler teria fugido para a Argentina ao final da Segunda Guerra Mundial.

"Nós não queríamos reescrever a história, mas as evidências que temos encontrado sobre a fuga de Adolf Hitler é muito forte para ser ignorada. Não há provas forenses sobre a morte dele ou de sua mulher, Eva Braun, e os relatos de testemunhas ocularessobre sua sobrevivência na Argentina são convincentes", afirmou Williams em entrevista à Sky News.

No livro eles dão alguns detalhes do que teria acontecido:O Fuhrer e Eva Braun foram secretamente levados para fora da Alemanha em abril de 1945 e teriam sido levados para a Argentina, na época sob um governo controlado pelo fascismo.


Hitler teria vivido então por mais 17 anos no país, tendo criado suas duas filhas, até morrer em 1962.

O livro acusa também acusa a inteligência dos Estados Unidos de cumplicidade nesse esquema de proteção de Hitler, em troca de acesso a tecnologia de guerra nazista.


"Stalin, Eisenhower e Hoover do FBI, todos sabiam que não havia provas de que ele tivesse realmente morrido no bunker", afirmou Williams na entrevista.

Ele ainda acrescentou que as novas descobertas do livro provam que o fragmento do crânio de 'Hitler' mantido pelos russos na verdade pertence a uma mulher jovem.

Crédito da Imagem: NARA

Fonte:

http://www.hindustantimes.com/Hitler-didn-t-kill-himself-in-Berlin-claims-book/Article1-758514.aspx


O Mistério Das Árvores Tortas


Parecendo terem saído de um conto de fadas, as árvores da chamada “Floresta Torta” ficam localizadas em meio a uma grande floresta de pinheiros perto de Gryfino, no Noroeste da Polónia.

As árvores mostradas nas fotos são apenas uma pequena amostra das cerca de 400 árvores cujos troncos são dobrados em direção ao norte. Acredita-se que elas foram plantadas e deixadas para crescer durante 7 a 10 anos até que foram dobradas deste jeito por alguma intervenção humana.

Especula-se que o objetivo provavelmente teria sido a utilização destes troncos na fabricação de móveis de madeira curvada, ou ainda para serem utilizadas na estrutura dos cascos de embarcações ou mesmo para serem usadas em arados puxados por bois.

Mas parece que antes que pudessem ser cortadas para essas finalidades elas foram abandonadas em virtude da eclosão da Segunda Guerra Mundial.
A guerra pode ter interrompido bruscamente os planos de quem quer que tenha plantado e cuidado dessas árvores. Mas isso são apenas especulações enquanto não se encontra uma melhor explicação para o mistério das árvorestortas da polônia.

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares