sábado, 12 de setembro de 2009

Bebê Segura Mão Do Médico - Samuel Armas



Passados 7 anos a história do bebê que segura a mão do médico ao ser submetido a uma cirurgia dentro do útero da mãe ainda comove pessoas no mundo todo.
A apresentação que mostrava o inusitado milagre humano circulou o mundo há algum tempo e chegou haver rumores de que seria uma montagem e apenas mais um daqueles boatos que infestam nossas caixas postais.
A foto é verdadeira e sua história é contada na íntegra pelo próprio fotógrafo americano Michael Clancy em seu site http://www.michaelclancy.com/ onde é possível assistir a um video montado a partir das fotos que michael tirou na sala de cirurgia.
Além da discussão em torno do aborto e o direito à vida que a foto provocou em todo o mundo, há também a polêmica sobre se a mesma foi ‘armada’ ou não.
Segundo Michael Clancy, em 1999 ele foi contratado pelo jornal USA Today para fotografar a complexa cirurgia na coluna de um bebê de 21 semanas na barriga da mãe. O procedimento seria realizado pelo Dr. Joseph P. Bruner no Vanderbilt University Medical Center.
Depois de uma tensa cirurgia no bebê Samuel Armas através de uma abertura no útero, a equipe toda respirou aliviada. Nenhum bebê com menos de 23 semanas havia sobrevivido a uma cirurgia dessas até então.
Enquanto Clancy conversava com o médico ele notou que uma das mãos do bebê saiu de dentro do útero da mãe deixando todo braço à mostra. Depois recuou deixando de fora apenas a mão. O médico agarrou a mãozinha e o bebê apertou seu dedo. Como um teste de força o doutor sacudiu levemente a mão do bebê.
Uma das enfermeiras chegou a dizer:"Eles sempre fazem isso".
A partir daí ele explica que uma pessoa do próprio hospital lhe teria dito que sua fotografia provavelmente não receberia nenhum prêmio porque já tinha sido feita pela revista Life no mesmo Hospital. Só que a foto da revista tinha sido montada para sair na capa de sua edição do milênio.
Alguns dias depois quando a secretária do médico lhe pediu as fotos para uma demonstração, Michael Clancy cobrou 145 dólares, que o médico não aceitou.
Clancy então contacta a revista tentando vender suas fotos. Diante da recusa da Life, ele contratou um empresário que as divulgou em vários jornais e revistas no mundo todo. O resultado foi que a Life trocou sua capa usando a foto que tinha numa das páginas finais daquela edição.
A partir daí o próprio no Dr. Bruner, possivelmente inconformado por não estar mais na capa da Life do milênio, passou a dar entrevistas dizendo que a foto de Clancy havia sido ‘posada’. O médico declara que foi ele próprio quem colocou a mão do bebê em torno de seu dedo. Segundo Clancy, as declarações de Bruner encerraram sua carreira jornalística.
No site de Michael Clancy é possível ver inclusive uma animação feita com a seqüência de fotos e que é bastante convincente , parecendo que o bebê segura por si só o dedo do médico.Há também um link para fotos recentes do menino.


Referências: MICHAEL CLANCY , Hypervideos

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares