terça-feira, 15 de setembro de 2009

Combate ao Aquecimento Global receberá 15 milhoes de euros



A Comissão Europeia propôs na semana passada, pela primeira vez, um plano de ajuda financeira contra as mudanças climáticas aos países emergentes e em desenvolvimento. O valor anual pode chegar a 15 bilhões de euros.

Segundo cálculos apresentados pelo comissário europeu de Meio Ambiente, Stavros Dimas, os países emergentes e em desenvolvimento necessitam de 100 milhões de euros anuais, até 2020, para combater o aquecimento global.

Com a proposta, Bruxelas quer dar impulso às negociações que acontecerão em Copenhague, de 7 a 18 de dezembro, para tentar um acordo pós-Kyoto, no âmbito das Nações Unidas, de redução das emissões de gases com efeito de estufa, de modo a limitar o aquecimento global.

A proposta do braço executivo da União Europeia necessita ainda da aprovação dos 27 países-membros e do Parlamento Europeu para entrar em vigor.

Parece finalmente que algumas das principais lideranças mundiais resolveram injetar dinheiro nos países emergentes na tentativa de conter o aquecimento global. Entre os principais problemas está a crescente devastação das florestas. Uma das desculpas dos países mais pobres é a de que faltam recursos para fiscalização e tomada de ações mais efetivas na preservação. Finalmente parece que caiu a ficha dos ricos de que já que eles há tempos já consumiram com seus recursos naturais a custa do desenvolvimento desenfreado pelo menos que paguem agora parte da conta para preservar o que ainda resta.
Antes tarde do que mais tarde já dizia um velho ditado.

Via: dw-world

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares