quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Repórter da CBS Lara Logan estuprada no egito


 É realmente chocante o pesadelo sofrido pela correspondente chefe da CBS Lara Logan que foi brutalmente espancada e estuprada no Egito na última sexta-feira (11/02).


É difícil acreditar que a violência sofrida pela repórter não esteja relacionada com o fato de que há alguns ela e sua equipe tenham sido presos pela polícia egípcia após divulgarem a ação truculenta do exército durante os protestos que eclodiram naquele país. Os agressores não sabiam que se tratava de uma repórter da televisão americana? Duvido muito.

Há praticamente uma semana atrás a própria Lara Logan foi primeiro colocada em custódia pela polícia egípcia junto com sua equipe. Ela vinha fazendo severas acusações às restrições impostas pelo regime de Mubarak à imprensa que cobre os protestos no país.

Foto: Lara Logan Crédito: Jemal Countess/WireImage.com


Como ela insistiu em continuar reportando  as agressões que os jornalistas vinham sofrendo ela foi então presa junto com os demais integrantes de sua equipe.
Durante a prisão eles teriam sido vendados, algemados e interrogados pelas autoridades que os acusavam de espiões e agentes de Israel.

Após ser libertada ela retornou ao Cairo para uma matéria com o executivo da Google Wael Ghonim que teve um papel fundamental na organização da revolta que culminou com a queda do presidente egípcio.

Segundo nota publicada no site da CBS, na última sexta-feira ela teria sido cercada por um elemento perigoso e separada da sua equipe em meio aos empurrões da multidão de cerca de 200 pessoas que comemoravam a renúncia do presidente Hosni Mubarak.

Em seguida Lara foi espancada e estuprada até ser salva por 20 soldados egípcios e algumas corajosas mulheres.

Na manhã seguinte ela teria retornado aos Estados Unidos e está num hospital se recuperando.

A agressão à correspondente da CBS News, Lara Logan se soma a violência sofrida por outros 140 jornalistas na cobertura da revolta popular no Egito segundo o Comitê Americano pela Proteção aos Jornalistas.

A jornalista Lara Logan já trabalhou para as principais redes americanas de notícias e se tornou bastante conhecida como correspondente da CBS ao trabalhar como repórter no Afeganistão, Iraque e Egito além de fazer matérias para o programa 60 minutos.

Corajosa, Lara Logan já esteve muito próxima do perigo em diversas situações tendo inclusive pegado carona a bordo de veículos militares americanos no meio da guerra.

Felizmente segundo fontes familiares citadas pelo site DailyBeast ela já estaria bem e deverá deixar o hospital ainda nesta quarta-feira para reencontrar seus dois filhos.

Referência:
http://www.thedailybeast.com/blogs-and-stories/2011-02-15/lara-logan-of-cbs-news-attacked-in-egypts-tahrir-square-what-she-faced/2/

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares