quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Repórter da CBS Lara Logan estuprada no egito


 É realmente chocante o pesadelo sofrido pela correspondente chefe da CBS Lara Logan que foi brutalmente espancada e estuprada no Egito na última sexta-feira (11/02).


É difícil acreditar que a violência sofrida pela repórter não esteja relacionada com o fato de que há alguns ela e sua equipe tenham sido presos pela polícia egípcia após divulgarem a ação truculenta do exército durante os protestos que eclodiram naquele país. Os agressores não sabiam que se tratava de uma repórter da televisão americana? Duvido muito.

Há praticamente uma semana atrás a própria Lara Logan foi primeiro colocada em custódia pela polícia egípcia junto com sua equipe. Ela vinha fazendo severas acusações às restrições impostas pelo regime de Mubarak à imprensa que cobre os protestos no país.

Foto: Lara Logan Crédito: Jemal Countess/WireImage.com


Como ela insistiu em continuar reportando  as agressões que os jornalistas vinham sofrendo ela foi então presa junto com os demais integrantes de sua equipe.
Durante a prisão eles teriam sido vendados, algemados e interrogados pelas autoridades que os acusavam de espiões e agentes de Israel.

Após ser libertada ela retornou ao Cairo para uma matéria com o executivo da Google Wael Ghonim que teve um papel fundamental na organização da revolta que culminou com a queda do presidente egípcio.

Segundo nota publicada no site da CBS, na última sexta-feira ela teria sido cercada por um elemento perigoso e separada da sua equipe em meio aos empurrões da multidão de cerca de 200 pessoas que comemoravam a renúncia do presidente Hosni Mubarak.

Em seguida Lara foi espancada e estuprada até ser salva por 20 soldados egípcios e algumas corajosas mulheres.

Na manhã seguinte ela teria retornado aos Estados Unidos e está num hospital se recuperando.

A agressão à correspondente da CBS News, Lara Logan se soma a violência sofrida por outros 140 jornalistas na cobertura da revolta popular no Egito segundo o Comitê Americano pela Proteção aos Jornalistas.

A jornalista Lara Logan já trabalhou para as principais redes americanas de notícias e se tornou bastante conhecida como correspondente da CBS ao trabalhar como repórter no Afeganistão, Iraque e Egito além de fazer matérias para o programa 60 minutos.

Corajosa, Lara Logan já esteve muito próxima do perigo em diversas situações tendo inclusive pegado carona a bordo de veículos militares americanos no meio da guerra.

Felizmente segundo fontes familiares citadas pelo site DailyBeast ela já estaria bem e deverá deixar o hospital ainda nesta quarta-feira para reencontrar seus dois filhos.

Referência:
http://www.thedailybeast.com/blogs-and-stories/2011-02-15/lara-logan-of-cbs-news-attacked-in-egypts-tahrir-square-what-she-faced/2/

Artista Implanta Orelha No Braço



   O artista australiano Sterlac de 61 anos resolveu esculpir o próprio corpo e implantou uma orelha no próprio braço. Ele chamou a atenção ao participar da feira de arte Kinetica Art Fair que ocorreu no início de fevereiro em Londres. Nesta terceira edição a Kinetica explora a evolução do corpo humano, cérebro, mente e consciência aliados à tecnologia.
Conhecido mundialmente por suas criações futuristas e excêntricas Sterlac incorpora temas da “maquinização” do homem em suas obras corporais.
Para colocar este projeto em prática ele levou cerca de 12 anos. Havia uma grande dificuldade em encontrar alguém que o patrocinasse bem como achar um medico que se dispusesse a fazer o controverso procedimento cirúrgico. O patrocínio foi conseguido então com o canal Discovery Channel tendo em vista sua série de TV que aborda cirurgias experimentais.

Os médicos, receosos para entrar no polêmico projeto, questionavam se isso era realmente arte mas finalmente cederam. Com a orelha criada no braço Sterlac afirmou “Talvez os médicos é que tenham sido os artistas e o meu corpo a tela.”

A estranha experiência do artista já exigiu duas cirurgias e conforme ele mesmo conta essa orelha não só ouvirá mas também transmitirá informações.

Para construir a orelha extra um excesso de pele foi criado colocando expansores e um implante de silicone no antebraço. Em 2006 um material poroso feito de polietileno na forma de orelha foi colocado então no local. O corpo de Sterlac envolveu a prótese criando tecido e vasos sanguíneos fazendo com que ela fosse integrada a ele permanentemente.
Durante o processo de criação da orelha ocorreram vários problemas entre os quais uma grave necrose que quase lhe custou o braço.

Na segunda cirurgia foi implantado inclusive um microfone que chegou a funcionar captando e transmitindo a voz do médico, mesmo o braço estando ainda sob ataduras. Mas algumas semanas depois ele teve que ser retirado devido a uma séria infecção. No entanto o artista não desiste e pretende daqui algum tempo re-implantar o microfone acoplado a um dispositivo sem fio que permita a conexão com a internet. A idéia do microfone, segundo ele conta, seria para que as pessoas possam remotamente através da internet ouvir o que ele está ouvindo.
Há alguns anos os cientistas implantaram uma orelha num camundongo causando um forte debate mundial sobre os limites para a experiência científica na transformação da natureza (foto abaixo).



O projeto “Ear Arm” (orelha no braço) do artista Sterlac não vai parar por aí. Entre os objetivos do australiano estão substituir o implante inicial de silicone por um lóbulo feito de cartilagem e células tronco dele mesmo fazendo com que essa ‘orelha extra’ seja definitivamente parte de seu corpo.
“Nós podemos agora ser engenheiros de órgãos externos adicionais para (nosso corpo) funcionar no mundo tecnológico que agora habitamos.” Afirmou Sterlac.

Uma outra possibilidade para as modificações que ele poderá fazer em seu corpo em função desse projeto é a idéia da orelha como parte de um sistema de Bluetooth estendido e distribuído – com dispositivos de transmissão e recepção controlados a partir da própria boca.

Ele explica: “Se você me telefonar de seu celular eu poderia falar com você através de minha orelha, mas iria ouvir a sua voz 'dentro' da minha cabeça. Se eu mantenho minha boca fechada eu apenas ouvirei a sua voz. Se alguém está perto de mim e eu abrir minha boca, essa pessoa vai ouvir a voz da vinda da outra pessoa, como se fosse uma presença acústica de um corpo num outro lugar. Assim essa orelha extra seria definitivamente um órgão de internet para o meu corpo”.

Referências:
http://v2.stelarc.org/projects/earonarm/index.html
http://timesofindia.indiatimes.com/Health--Science/Artists-third-ear-to-transmit-sounds-to-web/articleshow/4402231.cms
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-487039/Artist-implants-ear-arm.html

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares