quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Google acusa Microsoft de copiar resultados de seu mecanismo de busca



A Google acusou a Microsoft copiar seus resultados de busca e usá-los no Bing. Segundo seus representantes, a Google teria recentemente feito uma armadilha que consistiu em alterar o algoritmo de seu mecanismo de busca para ver se a Microsoft faria o mesmo. Algumas semanas mais tarde, ‘Bingo!’ (não resisti ao trocadilho), as suspeitas se confirmaram: as mudanças apareceram nos resultados de busca do Microsoft Bing.

Os representantes da Google divulgaram também quais foram os testes realizados para mostrar como seus resultados de pesquisa foram copiados pelo mecanismo de busca do Bing da Microsoft.

A acusação da Google é que o Bing monitora o que as pessoas procuram no Google , os sites que elas selecionam a partir dos resultados do Google e então usam esta informação para melhorar os resultados do Bing. O resultado disso é que o grau de relevância apresentada pelo Bing é melhorado (ou piorado) substancialmente às custas do trabalho do Google.

No teste realizado pelo Google foram escolhidas algumas palavras que não tinham nenhum resultado significativo tanto no Google quanto no Bing. O Google então ‘forçou’ manualmente para que quando essas palavras fossem procuradas fossem retornados sempre o mesmo resultado (que não teria nada relacionado a palavra procurada).

Ao procurar estas palavras no Google o mesmo passou a oferecer determinado resultado. Ao fazer então a pesquisa no Bing este passou a dar o mesmo resultado ‘forçado’ do Google.

A Google também identificou que em alguns casos quando uma palavra é digitada errada e seu mecanismo fornece os resultados para a palavra correta (identificando a correção logo abaixo da barra de pesquisa), o mesmo não acontece com o Bing que simplesmente mostra os mesmos resultados que o Google sem evidenciar a correção na palavra erroneamente digitada pelo usuário.

Ao avaliar esta ação da Microsoft o supervisor do algoritmo de ranking da Google, Amit Singhal, declarou: “Eu passei a minha carreira na busca de um bom mecanismo de busca. Eu não tenho nenhum problema com competidores que desenvolvam um algoritmo inovador. Mas no meu conceito cópia não é inovação.”

Leia a matéria completa publicada no site searchengineland.com abaixo:

http://searchengineland.com/google-bing-is-cheating-copying-our-search-results-62914

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares