segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Como o Futebol e a TV Prejudicam a Sua Masculinidade


Salgadinhos, cerveja, pizza, refrigerantes: Os jogos do seu time podem estar acabando com a sua masculinidade.  O Dr. Arthur De Vany, autor do livro The New Evolution Diet em matéria publicada no site The Daily Beast  explica como uma alimentação com excesso de carboidratos e açúcar pode reduzir os níveis de testosterona no homem.


Se todos os apelos para uma alimentação mais saudável ainda não conseguiram impedir que você   consuma muita cerveja, pizza,  salgadinhos e doces na frente da TV, talvez agora você fique realmente preocupado:  esses alimentos estão tornando os homens mais femininos.


Muitas das coisas que consumimos frequentemente defronte a TV estão de fato relacionadas a causa da queda nos níveis do principal hormônio masculino: a testosterona.


Entre os principais problemas que o baixo nível de testosterona provoca no homem estão  a redução na produção de espermatozóides (e a conseqüente redução da fertilidade masculina) , ao aumento do risco de obesidade,  da diabetes tipo 2, das doenças cardíacas, do acidente vascular cerebral (avc) e a morte. 


A redução sistemática nos níveis de testosterona da população masculina já vem chamando a atenção dos endocrinologistas há algum tempo.   Em 1987, um estudo publicado no periódico Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism,  já alertava para o fato de que os níveis deste  hormônio nos homens vem diminuindo cerca de 1% ao ano.  Os cientistas estão preocupados porque não sabem porque isso vem ocorrendo.


Mas se considerarmos que durante este mesmo período  os maus hábitos alimentares e a obesidade tem sido cada vez mais motivo de preocupação das autoridades de saúde no mundo inteiro podemos facilmente conectar as duas coisas.  É o que propõe o Dr. DeVanny, que   afirma  se espantar  por não estarem fazendo a conexão entre o que os homens comem e a diminuição nos seus níveis de testosterona.

Estudos recentes tem demonstrado que quando você ingere açúcar,  o nível de testosterona no sangue cai imediatamente.  Os autores de um destes estudo descobriram que ao beber uma solução de glicose o nível de testosterona no sangue cai em 25%.


Para aqueles que são chegados em doces ou em carboidratos  como pães, massas e salgadinhos  (que nosso corpo transforma em uma forma açúcar)  saibam que você está constantemente afetando sua capacidade de produzir testosterona.


E aquela cervejinha que acompanha normalmente  um jogo de futebol  na TV,  também tem um importante papel na redução dos níveis deste hormônio.  Alguns estudos recentes mostram que  muitos homens aos vinte anos tem cerca de ¼ de sua ingestão de calorias obtidas através de bebidas alcoólicas. Como se isso em si já não bastasse,  o etanol provoca o mesmo o aumento na  glicose no sangue e a resistência  à insulina que as chamadas ‘calorias vazias’ (alimentos com muita energia e poucos nutrientes, como frituras, por exemplo).


O fato de  gastarmos grande parte de nosso tempo assistindo televisão e em outras atividades sedentárias agrava ainda mais o problema.


A perda de massa muscular e da força aliadas ao aumento da gordura corporal estão associadas ao baixo nível de testosterona.  No nosso fígado, a gordura  faz com que a testosterona seja convertida em estrógeno, o hormônio feminino. 
Essa transformação em si não é problema  pois os homens precisam de estrogênio, assim como as mulheres necessitam de testosterona.  O problema acontece quando  esses níveis ficam muito altos e desregulados.


Segundo o Dr. De Vanny há homens obesos andando com menos testosterona e mais estrogênio mais do que suas esposas.

Há um bombardeio constante de comerciais promovendo a má alimentação, sobretudo nos intervalos de programas esportivos. É fácil constatar que os produtos dessas propagandas são em geral cerveja, pizzas, fast foods, refrigerantes, entre outros o que tem piorado cada vez mais o problema da má alimentação principalmente entre os jovens, conclui De Vanny.

O Dr. Arthur De Vanny é professor e autor de livros na área de Economia, mas também é reconhecido mundialmente pelos seus estudos envolvendo uma alimentação mais saudável.  Aos 73 anos de idade gozando de muito boa forma física, ele próprio é um exemplo do que ensina em seus livros. Criador da Paleo Dieta, ele propõe uma forma diferente de viver adotando períodos de jejum e exercícios.  

Mais informações podem ser encontradas em seu blog www.arthurdevany.com.

Leia a matéria completa a qual foi baseado esse post em The Daily Beast:

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares