sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Pessoas serão monitoradas pelos olhos em cidade mexicana


Enquanto muitas cidades brasileiras estão instalando câmeras que devem auxiliar muito o controle da criminalidade urbana, uma cidade no México inicia uma nova era no monitoramento da população: Eles estão instalando scanners visuais em locais públicos que poderão identificar a partir da íris dos olhos cerca de 50 pessoas por minuto.
Mas não pense que para isso os cidadãos mexicanos terão que se posicionar em frente a uma câmera, na verdade a tecnologia proporcionada pela empresa Global Rainmakers Inc e que já esta sendo instalada na cidade de Leon no México permite reconhecer a íris dos olhos mesmo enquanto as pessoas estão em movimento.
A ficção científica apresentada no filme Minority Report com Tom Cruise parece já estar se tornando realidade. Os dispositivos que rastrearão a população estão sendo instalados em estações de ônibus ou de metrô.
Scanners de grande porte com capacidade de reconhecer 50 pessoas por minuto em movimento  e  versões mais compactas que captura de 15 a 30 pessoas por minuto  se conectam a um banco de dados que permitirá identificar  cada indivíduo que transite nos locais monitorados.
A expectativa das autoridades que aprovaram o projeto é a redução de crimes e fraudes na cidade.
Jeff Carter, CDO da Global Rainmakers  afirma que se alguém for suspeito de um crime esse sistema servirá de prova para a justiça. Já se a pessoa é reconhecidamente um criminoso procurado ele não terá como ir a uma loja, farmácia, supermercado, sem que seja no futuro rastreado por um equipamento desses. Nos aeroportos onde normalmente o controle é ainda mais rigoroso, será praticamente impossível que esta pessoa consiga embarcar em um avião.
O projeto mexicano já iniciou a registrar num banco de dados as íris de criminosos condenados. Em relação ao cidadão comum sem passagens criminais, está sendo oferecida a possibilidade de escanearem seus olhos “voluntariamente”.
Segundo Carter, num prazo de 10 anos todas as pessoas do mundo deverão estar conectadas ao sistema de rastreamento por íris.
No futuro, seja para entrar em sua casa, seja para abrir o carro, chegar no seu trabalho, conseguir uma prescrição média para comprar remédios na farmácia, ou ter suas últimas consultas médicas checadas, tudo estará disponível por meio de uma única chave, que é a íris. Cada pessoa, lugar e coisa nesse planeta estará conectada nos próximos 10 anos.
Via: GIZMODO

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares