terça-feira, 13 de outubro de 2009

Tolerância Zero contra a droga Meth nos Estados Unidos.


A dona de casa Sally Harpold percebeu que tinha um sério problema quando a polícia da cidade de Clinton, no estado de Indiana nos Estados Unidos bateu na sua porta com um mandado de prisão.

Infelizmente não se tratava de um engano. Quatro meses antes seu marido havia pego um resfriado e ela foi até uma farmácia e comprou alguns remédios para resfriado destes que ficam em mostruários sobre os balcões das drogarias.

Alguns dias depois, quando sua filha também se resfriou, Sally foi novamente à farmácia e comprou mais remédios.

Foi aí que o seu drama começou. Ocorre que a lei daquele estado americano proíbe a compra de mais de 3,6 gramas de pseudoefedrina. O medicamento além de estar presente na formulação de vários descongestionantes nasais é também um ingrediente fundamental para fazer a droga Cristal Meth.

O Cristal Meth, também conhecida como o Cristal da Morte é uma pedra cristalina que tem entre seus efeitos imediatos a euforia além e o aumento do desejo sexual. A droga, conhecida como ice é tecnicamente chamada de metanfetamina e já vem sendo tratada como uma epidemia sem precedentes nos Estados Unidos.

Podendo ser ingerida em forma de cápsula, derretida para ser injetada, cheirada como a cocaína e fumada como o crack, ela provoca a liberação de grandes quantidades de dopamina no cérebro. Com o tempo a aparente euforia passa a dar lugar para sensação de pânico, alucinações, agressividade, convulsões, falta de apetite, risco de derrame, colapso cardiovascular, corrosão de dentes e gengivas. A degradação rápida do organismo não tarda a levar seu usuário à morte

A promotora Nina Alexander que indiciou a americana Sally Harpold afirmou: “A lei não faz distinção. Eu simplesmente a estou aplicando conforme ela está escrita”. O estado de Indiana limita a compra em apenas 3.0 gramas num período de 7 dias.

Sally foi levada algemada e os jornais locais estamparam seu rosto na capa ilustrando a notícia da prisão de 17 pessoas por envolvimento com o tráfico de drogas. Ela vai encarar
60 dias de prisão e mais 500 dólares de multa. O delegado de polícia Jon Vigo afirmou ao jornal Terre Haute Tribune-Star , “É um infortúnio, mas para o bem de todos a lei tem que ser aplicada”.

Embora o caso da prisão da dona de casa americana seja um exagero, ele ilustra bem a crescente preocupação das autoridades dos Estados Unidos com esse tipo de droga. Estima-se que 12 milhões de americanos já experimentaram metanfetaminas e 1,5 milhão são usuários regulares.


Uma pesquisa recente mostrou que 58% dos estados americanos já consideram o Cristal Meth como a mais preocupantes entre as drogas usadas pelos americanos.

Segundo artigo da jornalista Suzane Furtuoso, publicado no site da revista Época, “a droga que mais preocupa as autoridades americanas começa a aparecer em raves no Brasil. Desde o começo do ano, o Departamento de Investigações sobre Narcóticos vem fazendo apreensões da droga em raves e faculdades de São Paulo. Assim como o ecstasy, por aqui o crystal meth custa caro e está restrito à classe média alta.

O diretor do Grupo de Estudos de Álcool e Drogas do Hospital das Clínicas de São Paulo também registra a presença da crystal meth. Para o psiquiatra Arthur Guerra de Andrade, "Quem experimentou utiliza outros tipos de droga. A descrição é de um ecstasy turbinado". Ele considera preocupante o surgimento da moda. "Por ser sintética e misturada com substâncias cuja reação no corpo é desconhecida, pode se tornar um sério problema de saúde pública".


A metanfetamina não é uma droga recente. Na década de 50, era prescrita para dietas e casos de depressão vindo a ser proibida nos anos 70. No entanto laboratórios clandestinos no interior dos Estados Unidos continuaram a fabricá-la. Além disso, o tráfico a partir do México aumentou bastante nos últimos anos sendo estimado hoje que cerca de metade do que é consumido nos estados unidos venha através da fronteira mexicana.










Usuários Da droga

Antes Depois

Referências:

http://www.thisistrue.com/
http://www.correiodopovo-al.com.br/v2/article/Policial/4295/1/print/

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares