segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Anunciada Novo Medicamento Capaz de Aliviar Sintomas da Demencia em Minutos


Uma nova descoberta pode sugerir novos rumos no tratamento de pacientes de Alzheimer. Num estudo publicado recentemente, cientistas americanos do Instituto de Pesquisa Neurológica e no Departamento de Neurologia da University of Southern California (EUA), relatam que injetaram o medicamento etanercepte na espinha de um paciente de 81 anos que sofre de demência em estágio avançado e constataram observaram após alguns poucos minutos uma importante melhora em sua memória .

Primeiro os médicos avaliaram o desempenho do paciente em testes cognitivos antes de administrarem a injeção com o medicamento. Antes, o doente não conseguia lembrar nem mesmo o nome do médico que lhe tratava, tampouco ele lembrava do ano atual ou o Estado onde morava. Fora isso, o paciente tinha dificuldades em cálculos simples e não consguia identificar mais de duas espécies de animais.

Apenas dez minutos depois do remédio começar a fazer efeito já era possivel perceber uma melhora geral no paciente pois ele se mostrava mais mais calmo, mais atento e significativamente melhor humorado. Passou a se lembrar que morava na Califórnia além do dia da semana e do mês. Passou a identificar também cinco animais além de ter uma significativa melhora em testes de cálculo.

O novo remédio age suprimindo a ação do fator de neurose tumoral alfa (TNF), substância encontrada em índices elevados em pacientes com o Mal de Alzheimer.

A esposa do paciente ficou tão entusiasmada com os resultados dos testes que chegou a afirmar que a melhora parecia "uma história de ficção científica". "Ele não era a mesma pessoa, estava mais esclarecido e organizado. Quase caímos da cadeira quando vimos o que aconteceu", contou ela. Declaração semelhante foi dada pelo filho do paciente que afirmou que a reação do pai logo após a injeção foi "a coisa mais memorável que eu já vi".

Os médicos alertam que embora a pesquisa seja altamente promissora, o sucesso com o uso dessa substância em apenas um paciente não significa que o tratamento será eficaz em todos os pacientes que sofrem de demência.

Neil Hunt, da Alzheimer Society, afirma que é crucial levar o estudo adiante e que novas pesquisas sejam desenvolvidas antes de chegar a qualquer conclusão sobre o TBF alfa e o desenvolvimento do Mal de Alzheimer.


Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares