quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Diabetes - Lentes de Contato Detectam Açúcar no Sangue


Lentes de contato monitoram o açúcar no sangue

As lágrimas de nossos olhos carregam muitas informações sobre nosso corpo. Cientistas do centro de pesquisas da Microsoft e da Universidade de Washington tiveram a idéia de monitorar esses dados utilizando lentes de contato.
A camada líquida que recobre nosso olho é conhecida como fluido lacrimal. Ela possui três camadas. A mais externa é formada por lipídios e evita a evaporação de água.
 A camada aquosa intermediária controla a oxigenação é formada por água, sais minerais e complexos imunológicos. A camada interna é a que tem contato com a superfície da córnea evitando que fique ressecada.
Os pesquisadores estão equipando as lentes de contato com sensores de glicose que poderão colher dados no líquido que recobre olho. Assim será possível obter informações sobre a taxa de açúcar no sangue e enviar  a um dispositivo de monitoramento  por uma conexão sem fios.

Esta tecnologia pode beneficiar principalmente pessoas doentes que precisem monitorar diariamente por várias vezes ao dia a glicose no sangue como os portadoras de diabetes Tipo 1.
O pesquisador Desney Tan da Microsoft  explicou que outros estudos já vem obtendo sucesso utilizando nanotecnologia para embutir sondas óticas em lentes. Ele informa que a medida que as enzimas interagem com o fluido lacrimal, são feitas medições através de eletrodos bio–compatíveis adaptados às lentes de contato.

Em novembro do ano passado (2011)  outros participantes do mesmo projeto, o pesquisador Babak Parviz e sua equipe da Universidade de Washington colocaram em lentes de contato um led que acendia quando recebia um sinal.
Toda essa pesquisa faz parte da iniciativa da Microsoft de criar interfaces entre o homem e o computador de forma cada vez mais integrada e transparente. Esses avanços nos fazem prever que num futuro não muito distante uma boa parcela do que ainda hoje é considerado ficção científica seja parte de nossa realidade cotidiana.

Rato Gigante Encontrado em Nova York foto

Um enorme rato do tamanho de um cachorro pequeno fotografado na loja de calçados Foot Locker, no bairro do Bronx, em Nova York.


A imagem disponibilizada no Twitter pelo usuário @ thegoodfella_ chamou a atenção de muita gente. Alguns especialistas que viram a foto do rato gigante acreditam que poderia ser um rato da Gâmbia que pode crescer acima de 90 centímetros.

A imagem do rato monstro da loja FootLocker teria sido tirado por um amigo de @ thegoodfella_ há alguns meses, mas só agora ele decidiu disponibilizar. Ele contou que quando o enorme roedor foi encontrado ele já estava morto.

Mas essa não foi a primeira vez que essa raça de ratões gigantes foi flagrada em Nova York. Nos últimos anos tem aumentado o número de ratos gigantes avistados na área de Nova York . Ano passado já havia sido divulgada uma foto de um rato muito grande que foi morto espetado por um tridente num projeto habitacional no Brooklyn.

Um trabalhador chamado Jose Rivera, de 48 anos, estava tentando acabar com uma toca de ratos encontrada numa loja quando saíram de dentro três dessas criaturas bizarras.

Bastante assustado ele conseguiu espetar pelo menos um deles (de cerca de 90 centímetros de comprimento, considerando a cauda). O grotesco animal tem o pelo esbranquiçado e parecia muito bem alimentado. Mesmo tendo o espetado com o ancinho ele ainda se movimentava e foi preciso bater nele para que morresse.’
Eu não tenho medo de ratos, mas desse eu fiquei com medo de ser mordido’ disse Rivera.


Uma moradora chamada Stephanie Davis, de 44 anos disse que "Mesmo os gatos têm medo desses ratos. Eles se juntam e conspiram contra os gatos. "

Alguns especialistas informam que ratos da Gâmbia são frequentemente mantidos como animais de estimação, possuem hábitos noturnos, pesam mais de 4 quilos e podem viver em torno de sete a oito anos. O diretor de saúde no zoológico da Wildlife Conservation Society, Doutor Paul Calle afirmou "Eles são animais muito sociáveis que vivem em grandes grupos na natureza. São animais muito interessantes."

As importações desses animais estão proibidas desde 2003, quando houve a suspeita que poderiam ser responsáveis por um surto de varíola que atingiu 100 pessoas.

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares