quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Córneas Artificiais e outros avanços da medicina dão esperança aos cegos



Córneas Artificiais já são uma realidade no combate a cegueira


Milhões de pessoas que sofrem de cegueira devido a problemas nas córneas tinham até então o transplante como única alternativa para recuperarem a visão. Mas uma descoberta científica poderá mudar esse quadro em pouco tempo.

Cientistas desenvolveram uma espécie de córnea artificial que é obtida ao ser implantando um pedaço de colágeno no olho, quase como se fosse uma lente de contato.

(Foto:Getty Images)
"Eu acho que isso deve dar uma grande esperança para as pessoas com cegueira," disse Claes h. Dohlman, fundador do serviço do cornea no Massachusetts Eye and Ear Infirmary.

Em um novo estudo publicado no peródico Science Translational Medicine médicos dizem que a córnea artificial estimula as células de córnea natural do olho e nervos para crescerem novamente e restaurarem a visão. Dez pacientes tiveram implantadas as córneas artificiais com muito bons resultados numa experiência realizada na Suécia. Em dois anos, seis dos pacientes tinham melhorado bastante a visão enquanto que dois permaneceram sem mudanças significativas.

"Não parece que há desvantagens nesse tipo de tratamento pois nenhum dos nossos pacientes mostrou sinais de reação," disse o Dr. May do Ottawa Hospital Research Institute. Córneas sintéticas, feitas de colágeno tem menos efeitos colaterais do que o transplante de córnea.


Os especialistas afirmam que a córnea artificial tem potencial para ser melhor do que córneas doadas porque há menos efeitos colaterais.

A córnea artificial representa um importante avanço para ajudar milhões de pessoas em todo o mundo que esperam por doadores. Nos Estados Unidos, um programa de saúde do governo incentiva a doação de córneas o que permite que sejam realizadas 42 mil transplantes por ano. No resto do mundo, a dificuldade de encontrar doadores aliada aos problemas relacionados a rejeição,( que podem exigir uma vida inteira sob medicação), tornam a vida dessas pessoas muito complicada.

A córnea artificial soma-se a outros avanços importantes obtidos nos últimos anos pela medicina no tratamento de pessoas cegas.

Na Itália, pesquisadores desenvolveram uma técnica para reparar córneas danificadas a partir de células tronco retiradas do próprio paciente. As células foram implantadas com sucesso em 78% dos pacientes que receberam acompanhamento por 10 anos após o procedimento.

Recentemente um paciente americano teve um implante de íris de silicone que devolveu o aspecto normal ao seu olho danificado num acidente no esporte.

Um outro paciente, um menino americano que nasceu sem a íris devido a uma doença chamada Aniridia congênita, recuperou a capacidade de enxergar cores em 2008 com um implante de diafragma de silicone em seus olhos. Até a cirurgia ele conseguia enxergar apenas em preto e branco.

Em outra pesquisa recente, cientistas desenvolveram um dispositivo que beneficiará pessoas cegas, particularmente aquelas que sofrem de degeneração macular, a principal causa de cegueira em adultos mais velhos.

Trata-se de uma espécie de telescópio em miniatura que é implantado diretamente no olho dos pacientes.

Via: AbcNews

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares