quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Enguia entra na bexiga de um homem durante tratamento em SPA


Procedimento médico retira uma enguia que havia entrado pelo canal da uretra e se alojado na bexiga de um homem durante tratamento de beleza num SPA na China.

O cidadão de nome Zhang Nan foi banhar-se com enguias vivas num tratamento estético que visa limpar a pele quando o animal adentrou sua uretra.

Esse tratamento, embora pareça bastante estranho, é uma variação dos tratamentos de pedicure onde são utilizados peixes em spas de Londres.

O chinês esperava renovar sua aparência ao deitar-se na água e deixar as enguias removerem camadas de pele morta.

Na foto: A enguia morta (que parece muito com uma cobra) é colocada ao lado da ferramenta cirúrgica usada para removê-la da bexiga Zhang Nan (Foto: CEN)


Mas Zhang Nan tomou um tremendo susto quando sentiu uma forte dor no pênis eperceber que uma das enguias estava abrindo caminho pela sua uretra em direção à bexiga:

'Eu entrei no banho e podia sentir as enguias mordiscando meu corpo. Mas, derepente, senti uma dor forte e percebi uma enguia pequena tinha entrado em meu pênis ", afirmou o homem de 56 anos da cidade de Honghu, província deHubei, China.
"Tentei segurá-la e puxá-la para fora, mas a enguia era demasiada escorregadia para ser puxada e terminou desaparecendo em meu pênis."

Levado às pressas para o hospital, o homem foi submetido a uma cirurgia de três horas para remover a enguia de seis polegadas, que foi morta pelos médicos.

O cirurgião Jin Wang disse que, por causa da natureza escorregadia da enguia, ela foi capaz de fazer uma entrada suave através dos genitais de Nan.
"O diâmetro da uretra no pênis de um homem é bastante estreito, mas por serem escorregadios, os corpos das enguias funcionam como um lubrificante permitindo que ela tenha entrado no pênis sem problemas", disse ele.

Um caso semelhante ocorreu com um menino de 14 anos de idade, na Índia que também teve que passar por uma cirurgia de emergência.
Em um estudo de caso publicado pelos urologistas Dr. G Vezhaventhan e Jeyaraman R, eles descreveram como um peixe de dois centímetros de comprimento foi retirado da bexiga do menino.
O adolescente deu a estranha explicação de que estava segurando o peixe na mão e foi ao banheiro urinar. O peixe então "escorregou de sua mão e entrou em sua uretra”.

No Brasil, são frequentes os casos envolvendo uma espécie de peixe chamada Candiru, também chamado de canero ou peixe-vampiro. Este animal é muito temido pelos nativos da região amazônica por ter o formato de uma lombriga e por adentrar a uretra de banhistas ao serem atraídos pela urina.

Mais temido que as piranhas, o Candiru pode chegar a 18 centímetros e é quase invisível na água.
Normalmente ele parasita as guelras de outros peixes maiores, mas pode penetrar em orifícios como ânus, vagina ou na uretra de pessoas que se banham em rios. Após entrar ele não tem como voltar pois abre a parte posterior do corpo como um guarda-chuva.

Depois de se instalar ele pode ser removido por cirurgia como a que fez o urologista Dr. Anoar Samad em 1997 na cidade de Manaus/AM.

Fontes:
http://www.metro.co.uk/weird/875317-eel-removed-from-mans-bladder-after-entering-penis-during-beauty-spa

http://pt.wikipedia.org/wiki/Candiru

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares