segunda-feira, 4 de abril de 2011

Câncer de Próstata e Vitamina E

Várias pesquisas realizadas no mundo indicam que a vitamina E, encontrada em alimentos como  nozes e sementes, produtos de grão integral, óleos vegetais, molhos de salada, margarina, feijão, ervilha e outros vegetais pode ter um significante papel na prevenção e mesmo no tratamento do câncer da próstata.

Recentemente pesquisadores australianos do Queensland University of Technology (QUT)  liderados pelo
Dr Patrick Ling, identificaram que um componente da vitamina E, conhecido como tocotrienol (T3), pode inibir o crescimento de tumores da próstata. A pesquisa foi publicada no International Journal of Cancer.

Segundo o Dr Ling, o câncer da próstata é o tipo de câncer mais comum em países desenvolvidos. Este tipo de câncer seria o responsável pelo maior número de mortes entres os homens, perdendo apenas para o câncer de pulmão.

Dr Ling informou que a quimioterapia e a terapia hormonal seriam insuficientes porque falham em acabar com as células tronco do câncer da próstata (CSCs, cancer stem cells) que seriam responsáveis pela retomada do crescimento dos tumores.
Os pesquisadores descobriram que uma forma específica de y-T3, conhecida como gamma-tocotrienol  poderia efetivamente eliminar as células tronco do câncer da próstata CSCs. Esse componente da Vitamina E, reduziria o potencial de recorrência da doença.

O Dr Ling afirmou que experiência com animais mostratam que o γ-T3 inibiu completamente a formação de tumor em mais do que 70% de ratos que tiveram células de câncer da próstata implantadas e alimentados com esse componente da vitamina E através da água. 
Nos demais casos a taxa de novo crescimento dos tumores foi consideravelmente reduzida considerando que no grupo de controle (que não tomaram o y-T3) houve desenvolvimento de tumores em 100% dos animais.

O próximo passo das pesquisas do grupo do Dr. Ling é avaliar a eficiência do tratamento com y-T3 a longo prazo. Ele afirmou que experimentos anteriores usando outro componente da vitamina E falharam para inibir o crescimento do câncer da próstata porque nestas pesquisas não foi utilizado o γ-T3.

Além disso, ele citou outra pesquisa na qual teria sido descoberto que o γ-T3 é também efetivo em suprimir outros tipos de câncer incluindo câncer gástrico, da mama, do cólon e do fígado.

Dr.Ling entretanto afirmou que este componente específico não está presente em todos os suplementos de vitamina E e que o óleo de palma seria uma fonte natural rica em y-T3.

Outras pesquisas já haviam indicado os benefícios da vitamina E na prevenção e redução do câncer da próstata.
Um estudo realizado por cientistas da National Cancer Institute, o Fred Hutchinson,Cancer Research Center em Seattle e do National Public Health Institute da Finlândia, apurou que duas formas de vitamina E-alfa-tocoferol e gama-tocoferol conseguiriam baixar o risco de câncer de próstata em até 53% e 39% respectivamente.
Num outro estudo anterior nomeado pela sigla ATBC (Alfa-tocoferol, Beta Carotene Cancer Prevention Study) que teve a participação de 29.133 homens finlandeses, entre 50 e 69 anos, demonstrou uma redução de 32% nas taxas de câncer de próstata entre homens que ingeriram 50 mg de alfa-tocoferol por dia em um período de cinco a oito anos.

Neste estudo também foi demonstrado um maior nível de alfa-tocoferol (componentes da vitamina E) no sangue de finlandeses em comparação aos americanos. A explicação seria que os finlandeses geralmente ingerem mais óleo de canola comparados com americanos que usam óleo de milho ou soja.

Mas atenção, antes de sair tomando suplementos de Vitamina E, consulte seu médico, pois há inclusive outros estudos que apontam que altas doses de vitaminas E estão associadas ao aumento da incidência de câncer de pulmão:
Estudo de 2008 realizado na Universidade de Washington, em Seattle, e publicado na revista  American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, trouxe dados que mostraram que  pessoas tomando 400 mg de vitamina E por dia tiveram aumentado o risco de câncer do pulmão em 28%. Para os fumantes o risco é ainda maior. Há que se ter cuidado no consumo excessivo de  beta-carotenos.

O que se pode concluir aqui é que uma alimentação saudável e variada é sempre a melhor maneira de obter saúde.  Ou, como o especialista Tim Byers, da Universidade do Colorado, afirmou, uma dieta saudável e balanceada fornece todos os nutrientes e minerais necessários, sem a necessidade de suplementos, reduzindo assim as chances em desenvolver o câncer.


 Fontes:
http://www.sciencedaily.com/releases/2010/10/101019111718.htm
http://emedix.uol.com.br/not/not2004/04mar28uro-aacr-rda-vitamina.php

Direitos Autorais

É expressamente proibida qualquer forma de cópia integral de qualquer postagem deste blog. No máximo você poderá citar trechos dando os devidos créditos e colocando link para postagem original. Caso você não obedeça essa determinação arcará com a responsabilidade perante a legislação sobre direitos autorais.

Se você achar que algum post está utilizando trechos de textos ou imagens que de alguma maneira firam seus direitos, por favor entre em contato no email contato@rstri.com


Postagens populares